segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Assista isso: Amor sem escalas



Desde ano passado, quando o filme foi lançado lá fora, que “Amor Sem Escalas (Up in the Air)” vinha sendo alardeado como um novo ‘clássico’ do cinema, angariando diversas indicações e premiações festivais afora. Parte das apostas de que esta seria sim uma grande obra estavam lançadas devido a Jason Reitman, que já tinha mostrado que sabia das coisas com o ótimo “Obrigado por Fumar” e também com o tão badalado “Juno“.
A trama aqui gira em torno de Ryan Bigham (George Clooney) que é um especialista em ‘demissões’ corporativas, contratado pelas grandes corporações para ‘desligar’ o pessoal e também mostrar a eles (como uma forma de consolo digamos assim), que o mundo não acabou e existem grandes opções para melhorar seu futuro.


Na sua vida acabam entrando duas mulheres, Natalie (Anna Kendrick - Saga Crepúsculo), uma novata que tenta difundir uma ideia de demissões por videoconferência para redução de custos com viagens, e também a bela Alex (Vera Farmiga, “A Orfã“), que tem um estilo de ser bem parecido com o de Ryan e acaba fisgando o rapaz com alguns encontros calorosos.
E o melhor de “Amor Sem Escalas” é que, de todos os vários desfechos um tanto quanto óbvios que me vinham à mente quando estava  o assistindo, nenhum deles se concretizou na tela, deixando espaço para um final brilhante, um trabalho realmente primoroso, tanto na direção, roteiro e também no elenco, que tem a frente o galã George Clooney, que tem feito belíssimos trabalhos ultimamente como “Conduta de Risco” ou ainda o divertidíssimo “Queime Depois de Ler“.


Outro grande destaque no elenco está na jovem Anna Kendrick, que dá um show de interpretação fazendo uma personagem muito carismática e em certos pontos bem divertida.
E essa mescla de boa história, daquelas que lhe deixam refletindo por muito tempo depois de seu final, com um trabalho muito bom no elenco só podia mesmo resultar num grande filme. Claro, o terrível título nacional “Amor Sem Escalas“, que nos remete àquelas insossas comédias românticas pode enganar muita gente. Não se trata aqui de um filme fechadinho e bem mastigado,  e sim de uma obra para quem espera um algo a mais quando entra numa sala de cinema.

Gostei muito !!!   fonte

6 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

eu quero ver esse filme, gostei da sua dica.

preciso sentar pra ver um bom filme, eitcha vida corrida

bjs e bom dia pra vc

Paula... disse...

Silvana querida!
Há quanto tempo não papeamos!
Olha assisti esse filme, e vou te contar...fiquei de boca aberta(literalmente!)com o final inusitado!! Jamais passaria pela minha cabeça que o que SEMPRE vem dos homens, pudesse vir de uma mulher...AMEI!!!...rsrsrs.
Todos os os assuntos tratados no filme são MUITO interessantes, até do suicídio não esqueço(e olha que já faz um bom tempo que vi!)...um filme para indicar mesmo!

Beijos abóboras queridona!

Dona Amélia disse...

esse eu levei um tempinho pra ver, justamente por achar não mto atrativo.
mas ainda bem que o vi, é realmente muito bom! ;oD

Ótima dica, frô!

Xerinhos
Paty

Marcia disse...

Ah, vou assistir sim, gosto de filmes assim, nada previsiveis..
Bjs e boa semana!!

Fabiano Mayrink disse...

Oi Sil!!!! Seu blog ta show! Eu acho que na epoca que saiu no cinema eu iria ver porem nao deu, agora vc me relembrou dele, vou ver depois! ;)

Eu já assisti um filme a muito tempo que acho que lembra esse filme, só nao lembro o nome.. bjs minha amiga internauta!

Neli Rodrigues disse...

Tô louca prá ver esse filme. Passou no Telecine no sábado (saí p/ um churrasco) e passou ontem as 20H, ai como chego em casa as 19:10, até jantar, estudar prá prova c/ filho, etc, qdo vi o filme já tinha acabado...mas como é lançamento do Telecine, eles vão repetir trocentas vezes, acho que ainda essa semana consigo ver. Quero mto ver a Anna Kendrick, pois vc sabe que sou fã de Crepúsculo e queria vê-la fora dos filmes da Saga.
Mto legal sua crítica.
Bjs♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...