sexta-feira, 22 de abril de 2011

Leia isso: As boas mulheres da China - Editado


Você já pensou em como vive uma mulher chinesa? 
O que será que ela pensa? 
Qual é o papel dela na sociedade? 
Se você ainda não fez isso, esse é um excelente livro para você ter uma pequena ideia de tudo isso.
O livro As Boas Mulheres da China, escrito por uma jornalista chinesa chamada Xinran, traz diversas histórias de mulheres chinesas de várias faixas etárias e regiões e que apresentam trajetórias bastante diferentes. 
As narrações, repletas de emoção, contam a vida de mulheres que enfrentaram terremotos; sofreram violência física e emocional praticada por parentes, pessoas conhecidas e desconhecidas; enlouqueceram de dor; enfrentaram seus medos e conseguiram crescer; casaram por obrigação; morreram de amor... Esses relatos foram coletados por Xinran durante os oito anos em que ela dirigiu um programa de rádio e mostram muito da história chinesa e das transformações que ocorreram na sociedade e na economia naquele país, especialmente depois da Revolução Comunista de 1949. 
Ao mesmo tempo em que narra a saga das mulheres chinesas, o livro conta a história de vida da própria autora, que desde criança sobrevive às bruscas transformações pelas quais passa seu país.  
As Boas Mulheres da China é uma obra ideal para as pessoas que se interessam em conhecer a realidade de outros povos e inteirar-se do mundo em que vivem. 

Com 52 anos de idade não fazia ideia do sofrimento que essas mulheres passaram ... nem podia imaginar que coisas assim pudessem existir, amo história de mulheres guerreiras e que em suas maneiras tentam sobreviver a tudo isso.
Obrigada Rô ..... 

Por indicação da Luma .... veja o vídeo abaixo:   


Novo livro de Xinran:  Mensagem de uma mãe desconhecida.




24 comentários:

Du Zegaib disse...

Adorei o resuminho do livro,fiquei batante instigada em le-lo,principalmente com a sua indicaçao;Parabéns pelo blog q continua lindoooo...bjus
Du Zegaib
duzeg@hotmail.com

calma que estou com pressa disse...

oi fabi -
pela sinopse deve ser interessante - conhecer vidas que não fazem parte da nossa realidade -
bj
lu

Lucinhashomeandgarden disse...

Sil,

Não li o livro, mas aprendi um pouco sobre as mulheres chinesas, através de uma amiga que mora aqui. Não como um relato desses, porém, pude perceber como nós mulheres brasileiras, somos diferentes.
Já coloquei esse livro na minha lista. Pelo resumo que você fez, já vale a pena.
Obrigada pela indicação.
Feliz Páscoa!

Cíntia disse...

Poxa Sil,que sinopse legal vc fez desse livro,fiquei curiosa!Obrigada pela dica.
Ultimamente ando lerda para ler,ando assistindo muitas séries...preciso retomar minhas leituras.Beijosss

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

eu li esse lívro. é excelente, os relatos são assustadores... pq a gente não imagina que mulheres ainda vivam nessas condições.

leia tb Cisnes Selvagens, de Jung Chang. é igualmente excelente.
boa páscoa!

Marcia disse...

Vou ler, com certeza. E te indico Meu Nome é Salma. tambem muito revelador no que diz respeito a diversidade de cultura...

Dani disse...

Uma das minhas paixões são os livros. Fiquei curiosíssima pra ler esse livro que vc indicou...

Adoro histórias de mulheres. Todas elas, independente de sua cultura, pois em todas elas nota-se uma característica comum: superação.

Curioso é que essa semana li uma sinopse super bacana de um filho ^que conta o que está por trás do infanticídio na China.

Dica anotada. Depois conto minhas impressões.

Beijo e Boa Páscoa.

Luma Rosa disse...

Uma excelente indicação de leitura! Dá uma olhadinha neste link.
Feliz páscoa! Beijus,

Lata de Luxo disse...

Ola,Sil.
Por coincidencia acabei de ler um livro que fala da China e seus costumes(medievais).Ja estive tres vezes nesse Pais e o que se nota e o grande privilegio que desfrutam as classes mais abastadas em contraste com o restante da populaçao que sofre as mazelas desse regime feudal.Vou seguir sua indicaçao e procurar ler esse livro,pois tbem amo estorias de mulheres fortes e guerreiras.Grande beijo e uma feliz semana.zenaide storino.

Renatha disse...

Caraca! Que vida hein?! Eu nunca tinha parado pra pensar nessas questões...
Ótima indicação, vou atrás do livro, com certeza!

Beijos...

Nana disse...

Flor, muito bacana, acho que é uma realidade que toda a sociedade deveria estar por perto e não o mundinho de novela!
Adorei o video, deu vontade de abraçar a autora hehe emocionei bastante.

Bjss

Nana

calma que estou com pressa disse...

oi fabi - oh eu aqui de novo-
fiquei penanfo depois - lá deve predominar o machismo ainda -

pior que no Braisl, tem muitas mulheres que já tem companheiros fieis em tudo , agora ainda vejo muitas mulheres até mais novas que eu, qe ainda carregam este fardo, de quem cuida da casa é a mulher e o homem sentdinho vendo tv , tomando cerveja, não cuida dos filhos, da casa...seculo 21 - eu fico p.da vida com isto - o homem foi criaado pela mãe assim, mas no momento que escolhe para teu companheiro tem que deixar bem claro que contigo o negócio é diferente , foi assim comigo, eu ensinei tudo pra ele, porque foi criado naquele sistema machista ...e agora o cara é melhor em cozinhar ...do que eu , e as outras coisas são obrigações chatas da casa , mas que alguem tem que fazer, então aqui em casa é tudo repartido , e não tem esta de menina e menino - todos na labuta - esta ditadura ainda tem que acabar -
blogueiras unidas
bj
lu

Lu Saharov disse...

Oi Silvana. Eu li esse livro e endosso seus comentários. É excelente.
Incrível mesmo é saber que seres humanos ainda sofrem como se vivêssemos na idade média, em pleno sec XXI. Penso às vezes, que a raça humana realmente não deu certo! Tem que começar e evolução tudo de novo pra ver se a gente acerta! Grande beijo!

Jussara Gehrke disse...

gostei da indicação, Silvana, é o tipo de leitura que gosto, fatos reais, vou procurar esse livro, obrigada!
bjs
Ju

Ângela disse...

Silvana, quanto tempo, tudo bem por aqui???

Adoro textos, livros, comentários sobre as mulher do mundo, e esse livro já vou colocar na minha lista (o pior é que ela esta ficando enorme). Obrigada pela dica.
Apareça quando puder.
beijos e carinhos.

Mãe de Duas disse...

Quanta coisa boa para descobrir aqui!
Quando leio coisas diferentes do meu ponto de vista, elas mexem comigo e me fazem pensar. Eu gosto disso. Dica de livro anotada.
Beijos
Priscilla

Ly Mello disse...

Sílvia, eu não havia ouvido falar desse livro, mas fiquei super interessada na leitura dele. Assim que for numa livraria, vou procurar!
Beijocas.

Bicha Fêmea disse...

Oi, Silvana! :)
Não tenho dúvidas do quanto esse livro pode ser interessante. Quanto a gente pode aprender conhecendo como vivem outras mulheres, não é? Compreender formas diferentes de viver a vida sem dúvidas trazem grande crescimento pessoal para a gente. Obrigada pela dica de leitura. :)

Beijos,
Lidi

Cami Góes disse...

Adoro encontrar dicas de livros e a cultura oriental, no geral, me fascina. obrigada pela dica!
Bjos

Elisangela disse...

Olá Silvana tudo bem?
Realmente e talvez por estar tão distante de nós, não sabia que essas mulheres passaram ou ainda passam por tamanho sofrimento.
Uma ótima dica de livro.
òtimo post.

bjs
http://ursulinodecor.blogspot.com

Eulalia disse...

Estou sem muito tempo pra ler, até uma revista que comprei e ia ler no feriadão, não consegui!!!
Vom conhecer seu blog, sou do BU, tb!
Beijinhos
Eulalia
http://www.papodemeninas.com

Fabiana Tardochi disse...

Oi Sil!
Amo ler, e esse livro parece ser muito bom.
Apesar de ter ficado com o coração apertadinho em saber o que essas mulheres passaram...alías muitas mulheres no mundo inteiro passam...assim que diminuir minha pilha de leitura rs vou procurá-lo. Já está devidamente anotado.
Obrigada florzinha pelo carinho e preocupação. Hoje estou melhor, mas ainda com febre:(
Beijos

Kris Kabral disse...

Oi Sil,
Adoro conhecer um pouquinho mais do mundo oriental, vou procurar o livro sim, obrigada pela dica!
Bjinhos

Cíntia disse...

Passando para deixar um beijo e dizer que estou com saudades♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...